Rittma, porquê e para quê?

2 minutos de leitura | 21-10-2021

Apresento-vos a Rittma.

Sempre procurei o segredo da boa gestão, algo que explicasse o porquê de uma organização ser bem ou mal sucedida, excluindo fatores externos decisivos. É comum dizer-se que a liderança e os recursos-humanos são fatores-chave do sucesso de uma organização. Contudo, essa conclusão não serve de instrumento de trabalho, isto é, não serve de ferramenta ou prática de gestão que possa ser aplicada como diagnóstico e como  metodologia de trabalho para alcançar o sucesso.

Por isso procurei algo mais instrumental,  procurei traduzir o segredo da boa gestão num conceito simples, atómico, de fácil percepção, algo que pudesse ser usado simultaneamente como meio de diagnóstico e como instrumento de gestão ao serviço dos líderes e das organizações. Anos de trabalho, inúmeras experiências, análises e reflexões, levaram-me à conclusão de que esse conceito simples e atómico se pode resumir numa palavra: ritmo.

Desenvolvida a metodologia de Gestão através do ritmo, chegou a hora de a colocar ao serviço dos líderes, em benefício das pessoas, das organizações, dos territórios, lançando a Rittma, uma consultora ímpar.

Através da Gestão através do ritmo e de outras técnicas inovadoras combinaremos liderança, recursos-humanos e recursos tecnológicos, os ingredientes certos para garantir uma execução efetiva, atempada e impactante das estratégias e visões das organizações.

O leitmotiv da Rittma é assim o próprio ritmo. Ritmo, um conceito poderoso que forma o ADN da Rittma e que colocaremos ao serviço das organizações, públicas ou privadas. Trabalharemos diretamente com os líderes das organizações, os seus maestros, para as tornar melhores, gerar melhores resultados e mais externalidades positivas.

A missão da Rittma é simples: ajudar líderes a causar impacto positivo. Qual é o seu ritmo?

Rittma
Gestão
Liderança

Sobre o autor

Paulo Faria

Paulo Faria